A Rio Tinto concordou em vender sua participação na mina de cobre e ouro Grasberg na Indonésia para a estatal PT Indonesia Asahan Aluminum por US $ 3,5 bilhões (US $ 4,7 bilhões).

O acordo não vinculativo sinaliza a tão esperada saída da Rio Tinto da segunda maior mina de cobre do mundo.

Advertisements

Grasberg é de propriedade da Freeport McMoran, que detém uma participação de 90,64% na operação. Os restantes 9,36 por cento de participação do governo indonésio.

O interesse da Rio Tinto na mina, por meio de um acordo de participação assinado em 1996, é para 40% da produção acima de um nível pré-acordado e 40% de toda a produção após 2022.

Em 2017, a participação da Rio Tinto nos 468.000 t produzidos em Grasberg foi de 5700 toneladas.

O acordo também envolve uma transação proposta entre a Freeport e a Inalum para que a estatal adquira uma participação adicional na Grasberg, bem como termos adicionais relacionados à futura propriedade e operação da mina.

“Todas as partes se comprometeram a trabalhar no sentido de concordar e assinar acordos vinculantes antes do final do segundo semestre de 2018”, disse a Rio Tinto em um comunicado.

“Dados os termos a serem acordados, não há certeza de que uma transação será concluída. Quaisquer acordos finais estarão sujeitos à aprovação dos órgãos reguladores e autoridades governamentais necessários ”.

Grasberg, que fica na província de Papua, na Indonésia, é reconhecida como uma das maiores minas de cobre e ouro do mundo em termos de reservas e produção.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.