A Austrália continua a ser um dos grandes exportadores do Gás Natural Liquefeito (GNL) a nível internacional. No período fiscal de 2017/18, as exportações australianas aumentaram para cerca de 60 milhões de toneladas (Mt), ou seja, as exportações aumentaram 18,5%.
Por seu turno, as receitas de exportação de energia aumentaram 38%, para 30,8 bilhões de dólares refletindo um melhor desempenho e um preço mais alto do petróleo.
Este significativo aumento foi impulsionado em parte pelo aumento dos de GNL da Western Australia no último ano, como a como Wheatstone que produziu 2.1Mt desde o primeiro embarque no passado mês de Novembro, e Gorgon, que viu um considerável crescimento de produção de 6.9Mt para 12,7Mt ao longo do ano passado, perto de sua capacidade de 15,6Mt / ano.

A Chevron tornou-se amplamente envolvida na região da Austrália Ocidental no último ano. A empresa comprou três activos de exploração na Bacia de Carnarvon, na costa oeste da Austrália, em Outubro p, adquirindo 50% de participação em 50 trilhões de pés cúbicos de recursos de gás a serem partilhados com a parceira Woodside Energy.

Advertisements

As entregas ao maior comprador internacional de GNL da Austrália aumentaram de 2,1Mt para 27,5Mt, Conseguindo suprir 46% das entregas. Por sua vez, a China ficou em segundo lugar, com 34%, com 20,3 Mt. O crescimento das entregas para a China foi outro factor no aumento, sendo que os chineses compraram 6,5Mt a mais de GNL do que em 2016–2017.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.