O lucro líquido da mineradora de ouro da Acacia Mining no primeiro semestre do ano em curso, encerrado em 30 de junho, diminuiu 51%, para 30,9 milhões dólares, em comparação com o lucro líquido de 62,5 milhões registrado no primeiro semestre de 2017.

O lucro líquido foi influenciado pela redução de US $ 24,2 milhões na mina de Nyanzaga. No final do período, a OreCorp Tanzânia concluiu suas obrigações de earn-in em relação ao projeto Nyanzaga de acordo com o contrato de earn-in celebrado em 2015.

Advertisements

Como resultado, a OreCorp está a executar sua opção sobre o contrato para passar a deter 51% do projeto através de um pagamento 3 milhões dólares para a Acacia.

Por sua vez, a Acacia acredita que uma estrutura de propriedade simplificada do projeto será benéfica para o desenvolvimento futuro do projeto e permitirá melhor fornecer benefícios para a Tanzânia.

A OreCorp e a Acacia assinaram, também, um acordo para um pagamento adicional de US $ 7 milhões da OreCorp para adquirir 100% da propriedade do projeto. A Acacia reterá um royalty de produção de retorno de fundição líquida de 15 milhões de dólare.

Enquanto isso, o lucro da Acacia antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) para os seis meses foi de 133,6 milhões de dólares, significando uma queda de 17% em relação ao primeiro semestre de 2017.

A Acacia produziu 254 759 onças de ouro em todo o grupo, com um custo de sustentação all-in (AISC) de US $ 945 / oz. Essa produção é 41% menor que a do primeiro semestre de 2017.

O presidente interino da Acacia, Peter Geleta, reiterou que as mudanças feitas no negócio no final de 2017 produziram os resultados desejados, ajudando a devolver a empresa à geração de caixa livre pela primeira vez desde o quarto trimestre de 2016.

Em 2017 Acacia Mining contribuiu com 1,5% para o crescimento da economia tanzaniana

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.