O Governo moçambicano vai aprovar, brevemente, os modelos de contratos para as empresas que venceram o quinto concurso internacional de prospeção de petróleo no país.

Tavares Martinho, administrador de Pesquisa e Produção na Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH), instituição que gere as participações do Estado moçambicano no sector, disse, em declarações reproduzidas pelo jornal Notícias, que os primeiros contratos de concessão serão assinados em Agosto.

Advertisements

No que ao concurso internacional para a prospeção, pesquisa e exploração de hidrocarbonetos diz respeito, foram selecionados consórcios a ENI Mozambico S.p.A, para área A5-A localizada na bacia de Angoche; ExxonMobil E&P Mozambique Offshore Ltd, para área A5-B, localizada na bacia de Angoche, e as áreas A5-C e A5-D localizadas na bacia do Zambeze.

Por outro lado, Martinho adiantou que os contratos de concessão vão permitir a atracção, em oito anos, de mais de três mil milhões de dólares dos quais 700 milhões de dólares serão investidos nos primeiros quatro anos.

De lembrar que o quinto concurso internacional para a prospeção, pesquisa e exploração petrolífera foi lançado em Outubro de 2014, em Londres

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.