A multinacional italiana ENI efectuou uma descoberta de petróleo em águas profundas de Angola com reservas estimadas entre 450 milhões e 650 milhões de barris, esta boa nova foi tornada pública pela empresa italiana através de um comunicado,

A descoberta foi feita no poço Agogo-1 NFW, localizado a cerca de 180 quilómetros da costa angolana e a cerca de 20 quilómetros do FPSO N’Goma, tendo sido perfurado a uma profundidade de 1636 metros face ao nível médio das águas do mar e atingido 4450 metros

Advertisements

Ainda de acordo com o comunicado da Eni, o Agogo é a terceira descoberta com qualidade comercial desde que o consórcio do bloco 15/06 decidiu iniciar uma nova campanha de prospecção em 2018, que já conduziu à descoberta dos poços Kalimba e Afoxé.

O grupo italiano funciona como operador do bloco 15/06 com uma participação de 36,8421%, sendo os restantes parceiros a Sonangol P&P, com uma percentagem igual e a SSI Fifteen Limited com os restantes 26,3158%.

Angola é um país-chave na estratégia de crescimento orgânico do grupo ENI, que está presente naquele país desde 1980 dispondo actualmente de uma produção diária de 155 mil barris de petróleo.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.