A Triton Minerals, mineradora australiana, anunciou nesta quinta-feira (14) a assinatura de um memorando de entendimento (MoU) com uma empresa chinesa de processamento de grafite que poderá viabilizar a exploração em Ancuabe, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique.

“A Triton assinou um memorando de entendimento com a Qingdao Jinhui Grafite, que possibilita a execução de um acordo vinculativo no prazo de seis meses”, anunciou a mineradora australiana num comunicado aos investidores.

Advertisements

A firma chinesa, de acordo com a Triton, é uma das maiores empresas de grafite da China com extensa experiência em mineração, processamento e vendas e o memorando reforça a ideia de que a mina de Ancuabe é um projecto de alta qualidade, de curto prazo, com grafite de grande floco e alta pureza, ideal para atender ao mercado chinês e a nível global.

Em Junho de 2018, o conselho de administração da Triton o investimento em Ancuabe, província de Cabo Delgado, esperando que a nova mina entre em funcionamento este ano para produzir 60.000 toneladas anuais de concentrado de grafite, ao longo de 27 anos.

Importa referir que a procura por grafite está em alta a nível mundial por ser um componente usado em baterias, numa altura em que o mercado de automóveis movidos a tetricidade e outros produtos eléctricos, como as aeronaves autónomas (drones), está em expansão

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.