A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) deu o pontapé de saída com a fase piloto de ligação de gás canalizado para residências em Maputo. De acordo com a ENH, numa primeira fase, o projecto vai beneficiar moradores do bairro do Aeroporto.

Por outro lado, a ENH acrescentou que, ao contrário do que acontece em alguns bairros da província de Inhambane que a factura é pós – pago, a canalização do gás natural na capital moçambicana ser pré – pago. Nos outros bairros a expansão para outros bairros será de forma gradual.

Advertisements

Ainda na província de Inhambane, a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos concluiu, recentemente, a expansão da rede de distribuição de gás natural no norte de Inhambane. Com a finalização dos trabalhos de expansão, mais 260 consumidores beneficiarão do gás canalizado, totalizando 1793 consumidores.

Ainda de acordo com a ENH, Foram realizadas 164 ligações em Vilankulo, 56 em Inhassoro e 40 em Govuro, sendo que todos esses consumidores já estão a beneficiar do gás natural.

Refira-se que ENH e a Kogas, através da parceria ENH-Kogas, estão a desenvolver, desde 2014, uma rede de distribuição de gás natural canalizado na cidade de Maputo e distrito de Marracuene, que actualmente conta com pouco mais de 20 consumidores, entre comerciais e industriais.

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.